8 dicas para escolher o produto industrializado

8 dicas para escolher o produto industrializado

Por

Flavia Araujo Alves

Nutricionista

Especialista em Nutrição Clínica

Especialista em Obesidade e Emagrecimento

Mestra em Ciências da Saúde, com ênfase em alergia alimentar pediátrica

Instagram: @nutri4kids

Olá, mamães!

Não podemos reclamar da vida prática que a indústria alimentícia nos permite ter, não é mesmo?

Mas, no supermercado, quando vamos comprar um determinado produto, muitas vezes nos perguntamos: ”Será que esse produto é saudável?”.

Acredito que essa cena se repita inúmeras vezes.

Devemos acreditar no rótulo daquele produto? Será que ele cumpre com tudo aquilo que a embalagem promete?

Para responder a essas perguntas, precisamos aprender a ler os rótulos dos alimentos.

Abaixo as dicas que considero mais importantes:

  1. Avalie a lista de ingredientes: eles são colocados de forma decrescente, ou seja, aquele que vem primeiro é o principal componente do produto e o que está por último é o que tem em menor quantidade.
  2. Prefira alimentos que utilizem a farinha integral a farinha branca (enriquecida com ferro e ácido fólico).
  3. Evite produtos em que o açúcar apareça entre os 3 primeiros ingredientes da lista.
  4. Prefira alimentos que apresentem uma lista curta de ingredientes.
  5. Evite produtos que apresentam muitos conservantes (normalmente o nome dos conservantes vem no final da lista e apresentam números como parte dos seus nomes).
  6. Evite produtos que tenham “gordura trans” ou “gordura vegetal hidrogenada”ou ”gordura interesterificada” na lista de ingredientes.
  7. Cuidado ao interpretar a tabela de Informações Nutricionais. Aqueles valores são definidos por porção e esta normalmente é bem menor que o conteúdo da embalagem.
  8. De acordo com o manual de rotulagem nutricional da ANVISA, um nutriente pode ser apresentado com a quantidade “zero” ou “0”ou “não contém”, se a quantidade desse nutriente por porção for considerada “não significativa”:
Valor energético / nutriente Quantidades não significativas por porção (expressa em g ou ml)
Valor energético Menor ou igual a 4 kcal / Menor que 17 kJ
Carboidratos Menor ou igual a 0,5 g
Proteínas Menor ou igual a 0,5 g
Gorduras totais (*) Menor ou igual a 0,5 g
Gorduras saturadas Menor ou igual a 0,2 g
Gorduras trans Menor ou igual a 0,2 g
Fibra alimentar Menor ou igual a 0,5 g
Sódio Menor ou igual a 5 mg

(*) Será declarado como “zero”, “0” ou “não contém” quando a quantidade de gorduras totais, gorduras saturadas e gorduras trans atendam a condição de quantidades não significativas e nenhum outro tipo de gordura seja declarado com quantidades superiores a zero.

Essa última dica, na prática, significa que uma empresa pode colocar na embalagem “não contém gordura trans” se a quantidade de gordura trans for menor ou igual a 0,2g por porção.

Gostaram das dicas?

Beijos nutritivos,

Flavia Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>