Bom humor é o nosso controle sobre a vida

O poder do bom humor!

Acredite, o bom humor muda tudo. Quase nunca podemos controlar o que acontece ao nosso redor. Mas gosto de dizer sempre, que podemos sim controlar como reagimos às situações adversas de nossas vidas. Um olhar positivo e um sorriso no rosto fazem toda a diferença para encontrar a solução de um problema. Com a alma mais leve tudo fica mais fácil! O mau humor é como uma nuvem chovendo em nossas cabeças, nos cega e não nos deixa ver o óbvio. O bom humor, ao contrário, faz tudo parecer mais simples. E quando não dormimos e temos uma noite péssima, precisamos mesmo fazer o dia ficar tão péssimo quanto a noite?

Imagine a seguinte cena: “O pai acorda, troca de roupa e se arruma rápido. Vê que sobrou tempo para tomar café com a mulher e o filho. Senta ao lado do filho e em uma dessas inquietações infantis o pequeno derrama suco em sua camisa. Ele esbraveja, fala para o filho com raiva que ele nunca presta atenção em nada. A criança se assusta, corre e se esconde em algum canto da casa. O pai troca a camisa e já com a consciência pesada chama pela criança. O filho não aparece. Procura por vários minutos e já irritado fala que se o mesmo não aparecer vai levar uma surra. A criança aparece, estava escondida dentro do guarda-roupa. Mas não adianta, já perdeu o ônibus escolar. O pai precisa então, fazer o caminho inverso para levar o filho pra escola e só depois ir para o trabalho. Chega atrasado e percebe que já se passaram trinta minutos daquela reunião com um cliente importante. O chefe o repreende, diz que ele é um irresponsável! Onde se viu atrasar em um dia tão importante? Entra na sala já transtornado, transpirando e com a aparência desleixada. O cliente não gosta, fica com uma péssima impressão e não se abre para as propostas. Pronto, era só o que faltava! Perdeu aquela conta importante!”

Que dia não? Mas vamos voltar lá no início? Culpa de quem esse dia catastrófico? Do filho que por ser uma criança derramou suco na camisa do pai? Ou do pai que não soube contornar a situação? E se o pai tivesse simplesmente dito carinhosamente que estava tudo bem e acidentes acontecem? Trocava a camisa, tomava café com a família, o filho ia pra escola tranquilo com um beijo de despedida. Ia para o carro, colocava sua música preferida, chegava na empresa na hora, com aquele sorriso tranquilo para conversar com o cliente. Um contratempo tão pequeno não teria de transformado em um problema tão grande! O suco na camisa continua lá! Mas a forma de encarar isso mudou e com isso, todo o seu dia teria sido diferente!! Perceba que você nem sempre pode impedir que o “suco” caia em sua camisa, mas fazer disso um problema ou um simples contratempo está sim em suas mãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>