Brincadeiras para alegrar o fim de semana

Hoje tem brincadeira? Tem sim senhor!

IMG_2380

Crianças entediadas são crianças travessas! Li essa frase em um livro certa vez e ela ficou na minha memória. Desde então quando a Valentina está chamando muita atenção para si sempre verifico se ela está entediada. Vale lembrar que o brincar é fundamental para o desenvolvimento cognitivo, social, motor e social da criança. Brincando a criança não somente se diverte, ela também treina para a vida adulta, expressa seus medos e suas percepções.. A criança não sabe expressar com palavras o que sente e frequentemente o brincar é uma excelente ferramenta para conhecer as percepções da criança.

Em tempos em que as crianças possuem a agenda mais cheia do que os adultos, é importante dizer que crianças precisam de tempo para brincar livremente, sem direcionamento. Não estou falando de balé, natação, judô, música, etc. Estou falando de deixar a criança protagonizar seu tempo, ter o prazer de através do “faz de conta” escolher quem quer ser. É preocupante um futuro em que as crianças não puderam trabalhar suas emoções infantis através de sua imaginação enquanto podiam.

Não veja brincar com a criança como uma obrigação, se deixe levar e certamente você também irá se divertir e reviver momentos de sua adolescência. Construirá também bons momentos para que seu filho também se lembre! Como o final de semana chegou e as férias estão acabando, vou reunir nesse post brincadeiras para realizar com as crianças para que elas se divirtam sem gastar muito.

bolha de sabão

Bolhas de sabão

Não conheço uma criança que não goste de bolha de sabão!  Quando estão fazendo elas se divertem, estimulam a coordenação motora e visual e ainda aprendem um pouco sobre a efemeridade da vida. As crianças menores também podem brincar tentando pegar as bolhas, essa brincadeira possibilita a coordenação visual e motora, pois o jogo olho/mão é o ponto mais explorado nessa atividade. A criança terá que se adaptar a cada momento para apanhar as bolhas de sabão .

Uma boa receita de líquido para “bolhas de sabão”:
um copo de água mineral sem gás; ½ copo de detergente glicerinado e 2 colheres de chá de açúcar (totalmente
dissolvido em água). Misture os ingredientes com delicadeza e deixe em “repouso” por
pelo menos 5 horas.

Morto-vivo

Você diz: “Morto!”, todos ficarão agachados. Quando você disser: “Vivo!”, todos darão um pulinho e ficarão de pé. Quem não cumprir as ordens é eliminado, até sobrar um só participante, que será o vencedor e o próximo líder. O grau de dificuldade da brincadeira varia de acordo com a velocidade em que os comandos são dados, lembrando que a sequência das ordens podem variar, por exemplo: “Vivo! Vivo! Vivo! Morto! Morto! Vivo!”. Isso irá confundir os jogadores e exigirá ainda mais atenção dos participantes. Em espaços maiores ou com grupos grandes, é possível realizar uma variação da brincadeira conhecida como dentro e fora e que costuma fazer mais sucesso. Primeiro desenhe um círculo razoavelmente grande em volta de cada participante. As regras são as mesmas do morto-vivo, mas nesse caso, quando o líder disser “dentro”, os jogadores pulam para dentro do círculo. Já quando disser “fora”, todos devem sair do desenho.

Quente-frio

Esconda um objeto em um cômodo e peça para  criança procurar, diga a ela que quando ela estiver perto do objeto você falará quente e quando estiver longe falará frio. Comecei a brincar assim com a Valentina quando ela tinha dois anos e seis meses, mas só agora ela consegue realmente se divertir.

Adivinhação pelo tato

A brincadeira é simples, com a criança de olhos vendados, apresente objetos da casa para que ela adivinhe o que é. As opções são muitas, valem itens de decoração da sala, vasilhas da cozinha, brinquedos da própria criança, etc. Você também pode adaptar essa brincadeira pode ser adaptada para os outros sentidos também, como audição, olfato e paladar.

transferencia

Transferência de líquidos

Simples de fazer, água e recipientes de vários tamanhos, esponja, funil. A ideia é a criança transferir líquidos de um recipiente para outro. É importante interferir o menos possível e entender que molhar faz bem! Trabalha coordenarão motora ampla e fina, concentração, noção de espaço, prepara para atividades do cotidiano, fortalece auto-estima e ajuda a criança a lidar com as frustrações geradas pelo erro.

Teatro de Fantoches

Você pode fazer um palquinho usando o sofá, a criança pode se esconder atrás do sofá (ou você!) e manipular meias, colheres de vários tamanhos, bonecas, entre outros objetos, para contar histórias inventadas por ela mesma. Por aqui temos a Joana uma boneca daquelas que se coloca a mão dentro. As meninas adoram!

cabaninha

Cabaninha

Toda infância feliz tem uma cabaninha na história! E não pense que as crianças ficarão mais felizes com cabaninhas prontas, dessas que você compra em lojas de brinquedos. Acredite, dei uma de presente para a Valentina e percebi que ela se interessa anos luz às que fazemos com cobertores. Não precisa muito, um colchão encostado na parece, um cobertor por cima da mesa, cobertores amarrados em um berço. Depois é só colocar uma lanterna e brinquedos lá dentro. E fica muito mais interessante a cabaninha com os pais lá dentro contando uma história com uma lanterna. Que tal hoje?

Torre de copos

Nas atividades de empilhar a criança trabalha a coordenação visual e motora e também a noção de espaço. Você precisará de pelo menos 12 copos de plástico para que a brincadeira fique interessante. Com crianças pequenas, pode-se estimulá-las, e ajudá-las, a empilhar os itens o mais alto possível. Com as crianças maiores, pode-se criar uma brincadeira e ver quem monta uma torre mais rápido.

Mercadinho

Crianças adoram simular a vida dos adultos. Primeiro monte o estabelecimento, a criança já irá se divertir nessa etapa! Os produtos podem ser embalagens que iriam para o lixo reciclável, depois de higienizadas. Exponha os itens em um cantinho e use um pufe com rodinhas, ou sacolas, para carregar o que for comprado, se a criança tiver um carrinho de compras melhor ainda. Valentina já teve alguns, mas nenhum resistiu por muito tempo! haha Para ficar legal, a atividade precisa ter ao menos dois participantes: um vendedor e um comprador. Você pode fazer dinheirinho de papel, e com crianças que tenham noções de soma e subtração,  para a brincadeira ficar ainda mais real. Mas sem cobranças certo? Não é hora para tomar tabuada!

Cineminha

Crianças não são exigentes. Se você deixar a sala escura e fizer uma pipoca, fale que hoje é dia de cinema que elas vão adorar! Experiência própria!

Varal para brincar

Mais uma vez você pode utilizar atividades corriqueira dos adultos para entreter os pequenos. Em uma altura que seja confortável para a criança, o adulto pode amarrar a ponta de uma corda, ou tecido enrolado, na maçaneta da porta e a outra no pé da mesa e pendurar nela uma série de objetos, como colheres, sapatinhos da própria criança, meias de tecidos diferentes, entre outros. Os menores de dois anos vão se divertir ao explorar todos os materiais disponíveis, os mais velhos podem pendurar meias, roupas de bonecos com prendedores. Diversão garantida!

Brincar com potes da cozinha

Qual criança não gosta de se divertir com os potes da mamãe? Para as crianças que já sentam e ainda não andam, forre uma toalha ou tapete e disponha objetos como potes e vasilhas dos mais variados tamanhos com ou sem tampas. Cuidado para não escolher objetos com pontas ou com pedaços que possam se soltar. Garanto a você que uma louça inteira será lavada e guarda sem que o bebê perceba. Ok. Só lavada. Mas já ajuda não é? haha

Banda de Rock

Não é necessário instrumentos de verdade quando se tem todos os utensílios da cozinha e da área de serviço para usar a imaginação! Com criatividade, panelas de diversos tamanhos viram tambores de bateria, as colheres também se transformam em baquetas. Vassoura e rodo podem ser guitarra e baixo, e pegador de sorvete assume a função de microfone. Mas quer que a brincadeira fique mais legal? Brinque junto. Coloquem bandanas na cabeça, pintem o rosto! Certamente será um dia inesquecível!

Super-Herói

Ah, essa é fácil! Uma capa, panela na cabeça e muita imaginação!

Trenzinho

Disponha as cadeiras enfileiradas, de maneira a se transformam em vagões. Para fazer o barulho característico do trem pode com potes com grãos crus de arroz e feijão dão conta do recado!

Mestre Mandou

Você será o mestre e dará as ordens e todos os seguidores deverão cumpri-las desde que sejam precedidas das palavras de ordem: “O mestre mandou” ou “Macaco Simão mandou”. A diversão está na dificuldade das tarefas dadas pelo chefe, que pode pedir, por exemplo, que os seguidores tragam objetos de determinada cor ou façam uma sequência de atividades de uma vez só, como: “O mestre mandou pular de um pé só mostrando a língua, girando e batendo palma!” Depois que a criança tiver entendido a brincadeira você pode trocar o papel e fazê-la ser o mestre. Nessa etapa ela gostará ainda mais da brincadeira, prepare-se!

Descascar ovos, fazer bolo ou ajudar na cozinha

Não é bem uma brincadeira, mas as crianças gostam muito de ajudar os pais nas atividades cotidianas. Se você cozinhar o ovo e dar para a criança já frio craquelado só para ela retirar as cascas ela ganhará o dia! Fazer bolo também é uma atividade que todas gostam, você pode colocar tudo em um copo e deixar ela ir colocando os ingredientes na batedeira. Você pode deixá-la também lavar os tomates em uma vasilha com água.

Monte o rosto

Essa faz muito sucesso por aqui. Eu recorto olhos, bocas, orelhas em revistas e dou uma cola em bastão para a Valentina montar em uma folha de papel sulfite. Uma outra variação que funciona também é recortar, misturar e pedir para a criança colar todos os olhos em uma folha, todos as bocas em outra e assim por diante.

Continue o desenho

Você começa um desenho e passa para a criança continuar. Ela faz uma parte e entrega para você continua. Quando a Valentina era menor eu desenhava e perguntava para ela que desenho era, ela adorava!

Mímica

Imite um animal e pergunte para a criança que animal é esse? Depois troque de lugar, ela imita e você descobre. É mais fácil para a criança delimitar, dizendo que se trata de um animal.

Espero que tenham gostado! Sem desculpas agora para divertirem as crianças, ein? Beijos!

brincadeira 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>