Coisas de Sophia

Algumas pessoas parecem ter o riso mais fácil do que outras. Parecem ter o sorriso ali no canto da boca, pronto para sair a qualquer momento. Possuem uma leveza no olhar, um brilho extra em seu semblante, uma cor mais feliz que as outras cores. Quase não se assustam, parecem estar sempre felizes. Dão risadas do sustos que a vida traz. Deixam seus dias melhores, são como um raio de luz na vida dos outros. Você consegue ver seus olhos no olhar delas. Olhando para elas você incrivelmente consegue se conhecer melhor. Essas pessoas nos deixam mais confortáveis conosco. Você já deve ter se esbarrado com uma dessas pessoas, você deve ter percebido que aquele sorriso te acalmou ou que um olhar melhorou seu dia.
Dois meses atrás nasceu uma menininha assim, estou a conhecendo… Talvez reconhecendo? Talvez. Acho que ela é uma dessas pessoas. Ela não era a parte que faltava, tudo já estava completo. Ela é o além, o “a mais”, o “três é demais”. A expressão “demais” nunca teve sentido pejorativo aqui, ela é simplesmente demais! Ela possui todo o frescor, leveza e alegria que a palavra “demais” possui.
Ela deixou tudo melhor, ela é o ímpar. Três irmãs. Agora somos em cinco. Ela indica que o assimétrico é necessário. Ela é a prosa, não precisou ser poesia. Não veio preencher, veio somar. O nome dela é Sophia. ❤️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>