Mãe de duas e as leis da física: meus desafios

Dos desafios em ser mãe de duas, o maior deles é não poder estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Ser mãe de duas nem sempre é fácil. Como eu queria poder desafiar as leis da física!Sempre me sinto em falta com alguma delas. Isabela não pode dormir com a Valentina, porque a Valentina a acordaria. Então, quando tenho que fazer a Valentina dormir, deixo a Isabela dormindo no meu quarto. Fico lá, torcendo pra ela dormir bem rápido, enquanto meu ouvido conseguiria identificar uma agulha caindo lá fora. Nesse momento, me sinto em falta com a Isabela tão pequeninha dormindo longe de mim, e me sinto em falta com a Valentina quando digo que não vou contar mais historinhas porque é hora de dormir. Sim, tem o pai, mas fiz a Valentina dormir por mais de dois anos e sinto saudade de fazê-la dormir, e quanto a Isabela, não tem jeito, ainda a sinto como uma extensão de mim e quando não estou com ela me sinto em falta comigo mesma. Essa simbiose leva um tempo para desaparecer.

Quando a Valentina chega da escola e eu penso que poderei dedicar meu tempo a ela, na maioria das vezes a caçula só quer mamar e eu me sinto em falta com as duas. Falta por não dar atenção para mais velha e falta com a caçula por não respeitar esse momento que é tão dela e não deve ser apressado. Quando Isabela está quase dormindo e a irmã pede para ir ao banheiro, eu preciso colocá-la no berço e ela começa a chorar; eu me sinto em falta com ela. Nessas horas penso que não sendo boa mãe para nenhuma das duas.

Tudo que fiz na minha vida até hoje, fiz com intensidade, com entrega de corpo e alma. Os 2 anos e 4 meses da Valentina fui a melhor mãe exclusiva que poderia ser. Agora estou aprendendo a aceitar minhas limitações e ainda é bem difícil entender que elas podem ser benéficas para o crescimento emocional das meninas (e meu tbm!). Se eu pudesse seria um polvo, não precisaria nunca de dormir e atravessaria paredes. Mas é claro que eu não sou, sou humana e como humana preciso aprender que não posso ser 100% em tudo o que faço. Aprendizagem difícil, mas necessária. Ser mãe de duas tem dessas coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>