Meu primeiro amor

Meu primeiro amor. Arrebatador, desgovernado, descompensado, despreparado. Passional como todo primeiro amor, desmedido como tudo que nunca foi experimentado. Meu desconhecido, meu frio na barriga, minhas borboletas no estômago. Meu chão, meu andar nas nuvens. Meu céu, meu eu idealizado. Meu deslumbramento, o choque com a realidade. Cheio de erros como todo primeiro amor, cheio de perdão assim como deve ser. Meu primeiro amor, aquele que sempre será guardado e lembrado mesmo seguido de outros amores. ❤️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>