Minha filha de primeira viagem

Minha filha de primeira viagem. Me ensinou a ser mãe de um bebê, me ensina a ser mãe de uma criança e ainda vai me ensinar a ser mãe de uma adolescente e de uma jovem adulta. Com você é sempre a primeira vez! É você que recebe meus excessos, minhas faltas. É você que me ensina a dosar porque com você vivo muitos “8 e 80”. Você viveu minha pressa, minha insegurança, minha desinformação. Você foi o primeiro bebê que segurei em meus braços e foi você quem viu o desespero em meus olhos no primeiro banho.
Você não sabia mamar e eu não fazia ideia do que era amamentar. Banho de sol, vacinas, rotina, papinha. Passeios na pracinha. Aprendemos juntas uma nova vida, um novo mundo, um novo caminho.
Hoje olho para você e tantas e tantas vezes continuo sem saber o que fazer! Você acha que sou eu quem te ensina, mas é você quem me ensinou muito do que sei agora.
Eu tive que acreditar em mim para fazer você acreditar em si mesma. Eu me esforço para me socializar para que você socialize também. Eu tive que aprender a dividir você com o mundo para que você pudesse me dividir com suas irmãs.
Eu tenho plena consciência que é com você que eu mais erro e mais vou errar em minha vida. Mas é por você que procuro respostas das perguntas que não sei responder. E é você que abre as portas do desconhecido para suas irmãs passarem. Você não sabe, mas abre também as diversas camadas da minha alma nunca antes alcançadas. Dia após dia fica mais fácil para todos chegarem no meu íntimo, inclusive eu. Sou mais acessível, mais disponível graças ao que você fez de mim quando nasceu: uma mãe. Você me ensinou o amor, como amar. Somos todos gratos a você por isso minha filha de primeira viagem.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>