Muffins de maçã e aveia

Muffins de maçã e aveia

Hoje vai uma receita para as crianças maiores! Os muffins são ótimos para o café da manhã e para comer em um passeio.

Você vai precisar de:

100g de aveia em flocos

5 colheres (sopa) de leite

150g de purê de maçã

1 ovo

1 colher (chá) de extrato de baunilha

100g de açúcar mascavo

100ml de óleo de girassol

115g de farinha de trigo integral

2 colheres (chá) de fermento

1/4 de colher (chá) de bicarbonato de sódio

1 1/2 colher (chá) de canela em pó

Uma pitada de sal (opcional)

75g de uvas-passas

1 colher (sopa) de açúcar demerara

Modo de preparo

→ Preaqueça o forno a 180ºC. Forre uma forma para 12 muffins com forminhas de papel.

→ Amasse os flocos de aveia em uma tigela grande. Junte o leite e o purê de maçã, misture e reserve por 10 minutos. Enquanto isso, bata o ovo, a baunilha, o açúcar mascavo e o óleo.

→ Junte a mistura de ovos à mistura de aveia e bata bem. Peneire a farinha com o fermento, o bicarbonato, 1 colher (chá) de canela e, se for usar, o sal. Use também o que restou na peneira. Incorpore à massa junto com as uvas-passas. Divida a mistura entre as forminhas (uma colher de sorvete facilita o trabalho). As forminhas ficarão quase cheias.

→ Misture o açúcar demerara com a 1/2 colher (chá) de canela restante e polvilhe os muffins. Asse por 25-30 minutos e retire as forminhas de papel da forma para esfriar.

→ Guarde em recipientes herméticos por até 2 dias ou congele em sacos plásticos  também herméticos. Para usar, descongele em temperatura ambiente por 1 a 2 horas.

*Receita retirada de: O livro essencial da alimentação infantil, de Annabel Karmel.


Aveia

aveia

Segundo a página Mundo Simples,

Rica em fibras, a aveia é um item obrigatório de quem pretende conservar os níveis de açúcar no sangue sob controle. Isso mesmo, o cereal ajuda a evitar a sobrecarga de glicose e de insulina, o hormônio que leva os compostos açucarados para dentro das células. As fibras permitem que a glicose seja absorvida de maneira lenta e gradual, o que, por sua vez, regulariza a liberação de insulina.

Não é a toa que o cereal já é um forte aliado para quem sofre de Diabetes tipo 2, uma vez que suas fibras diminuem os picos de glicemia. Como ela prolonga o efeito de saciedade, o organismo entende que não mais precisa liberar glicose, o que ocorreria caso a pessoa ainda não se sentisse plenamente saciada, ou seja, com fome.

O excesso de insulina também favorece o depósito de gordura corporal. Uma porção de mamão ou banana salpicada de aveia pela manhã vai impedir que a fome chegue rápido e, o principal, que o indivíduo se exceda no almoço.

Mas os benefícios da aveia vão além de frear a obesidade e o diabete. As poderosas Betaglucanas contidas nela proporcionam um extraordinário papel em nosso sistema imune. Pesquisadores constataram que esse tipo de fibra intensifica a ação das forças imunológicas, diminuindo a chance de sucesso das infecções. Elas ainda modulam as células de defesa que estão envolvidas nos processos inflamatórios. Isso quer dizer que esse nutriente ajuda a impedir inflamações recorrentes – cenário ideal para o desenvolvimento de diversas doenças.

No cereal também encontramos vitaminas e minerais antioxidantes, ou seja, capazes de eliminar os radicais livres que danificam nossas células.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>