Primeiro mês da Isabela: encantamento e caos

Primeiro mês, sempre parece 1 ano!

O primeiro mês é sempre tão intenso! Atrasada, mas ainda em tempo, quero fazer uma retrospectiva de como foi esse tempo aqui. Resumindo em duas palavras: Encantamento e caos! Outras mães de segunda viagem tinham me avisado que era difícil o início de uma vida com duas crianças. Acho que eu não dei muita atenção e cai naquele erro fatal de toda mãe: comigo vai ser diferente! Ledo engano!  Cada criança demonstra seu descontentamento de alguma maneira, mas sempre chamando atenção para si. Umas ficam manhosas, outras ficam agressivas (com os outros e com o bebê que chegou) e ainda outras podem ficar muito custosas, digamos assim. Esse foi o caso da Valentina.

Ela sempre demonstrou muito carinho com a Isabela, coisa muito bonita de se ver… Mas por outro lado me vi com uma criança da super nanny em casa. Jurava que aquilo era armado, mas vi que realmente existem crianças assim! Isso me abalou demais… Eu havia me preparado para percalços com a pequena, mas não para problemas tão difíceis com minha primogênita. Quando fiquei grávida, e até antes disso quando ainda planejava engravidar, tive medo de não amar a segunda cria igual. Falei disso => aqui. Mas de fato, eu não havia preparado para ter que ter paciência extra com a mais velha. Me vi brigando com ela de cinco em cinco minutos, vi ela desafiar meu não, cuspir em mim e me bater. Isso foi muito difícil mesmo… Chorei de culpa, Chorei de cansaço, de decepção (não é racional, mas mãe também se decepciona).

Mas da onde vem a decepção? Das nossas expectativas idealizadas. Parei pra pensar e vi que estava tudo dentro do normal. Era esperado que fosse assim e que a Valentina procurasse seu lugar de alguma maneira. Como psicóloga eu deveria estar atenta a isso. Como mãe, com um turbilhão de hormônios e passando noites em claro, deixei passar. Hoje com pouco mais de 1 mês as coisas estão se normalizando, mas algumas regressões são visíveis na Valentina: está acordando muito a noite, está desfraldada, mas não aceita fazer cocô no vaso (só na fralda, ela pede a fralda pra fazer). Mas acredito que seu comportamento está se adequando e ela já não precisa mais de marcar tanto seu território. Aceita melhor os “nãos” e parou com a mania de cuspir. Não podemos esquecer que ela está passando pelo temido terrible two. A Isabela é um amorzinho… Só chora quando está incomodada, mas gosta de verdade de um colo! Mama muito bem, por livre demanda e tem ganhado peso com maestria. Já nos segue com os olhos e percebo nitidamente que ela sabe quem eu sou. Se acalma com minha voz e me olha fixamente levantando seu pescocinho pra me ver quando a coloco no meu peito. Está começando a não trocar o dia pela noite e agora dorme 4 horas seguidas durante a noite. Nos primeiros 20 dias ficou a noite TODA acordada! Não chora pra trocar fralda e adora banho. Teve dois episódios de cólica apenas. É menos fotografada, mas é mais vivida.

Esse período de adaptação tem trazido muito aprendizado para a mamãe aqui. Tenho que olhar muito pra mim nesses últimos dias. Tenho que aceitar ajuda e relevar meus erros e por isso resolvi fazer o “mamãe duas vezes”, para desabafar, revelar um pouco de mim e com isso abrandar meu coração. Com toda dificuldade, a beleza de ter dois filhos supera tudo. Olho pra elas e custo a acreditar que ambas vieram de mim, que são minhas filhas. Meu coração enche de amor e ternura! Um amor que não cabe no peito e agora está sendo colocado em palavras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>