Sentar: quando e como estimular o bebê a se sustentar

Isabela, demore a crescer, mas aprenda a sentar primeiro!

Vou confessar, quero que o tempo passe bem devagar e minha Bebela demore a crescer, mas quero muito que ela demore a crescer só depois que aprender a sentar! Isso porque facilitaria muito na interação entre ela e a irmã, e possibilitaria que fizéssemos mais atividades juntas. Respeito o tempo dela, mas estimulo, já que ela por ser uma bebê gordinha (bem gordinha, diga-se de passagem) pode apresentar dificuldades para sentar.

Segundo o site Baby Center Brasil, a maioria das crianças começa a sentar por conta própria mais ou menos ao mesmo tempo em que aprende a rolar de um lado para o outro e a manter a cabeça erguida. Os músculos ligados a essas atividades se desenvolvem gradualmente desde o nascimento, ficando mais fortes entre os 4 e 7 meses. Noventa por cento dos bebês são capazes de se sentar sem apoio por volta dos 8 meses. Para nós é uma tarefa fácil, mas para o bebê não. Isso porque o peso de sua cabeça equivale a vinte e cinco por cento do peso corporal, em um adulto apenas seis!

Por isso é importante trabalhar os músculos, colocando a criança de bruços. Com o aconselhamento sobre a morte súbita e a indicação de dormir de barriga para cima (o correto), muitos pais acabam não colocando seus filhos de bruços em nenhum momento do dia. Com isso, o desenvolvimento pode ser prejudicado.

Você pode colocar o bebê de bruços desde o primeiro mês, e ir aumentando o tempo que ele fica ao longo do dia. Já a partir dos 4 meses a criança já consegue sentar com apoio e você pode estimular de outras maneiras. Um exemplo, é colocar o bebê no colo sentado de frente para você, segurando-o pelas axilas. Com delicadeza, você pode fazer os movimentos de “serra-serra” (balançar a criança para trás e para frente devagar). Fazendo esse movimento, a criança tende tentar-se manter ereta. Entretanto, a professora de pediatria da Unicamp Denise Marmo, afirma que o estímulo não traz vantagens antes disso, porque o bebê não possui condições neurológicas para absorver a informação.

Minha caçulinha está bem firme e já consegue sentar sem apoio por alguns minutos. Mas sempre deixo uma almofada atrás dela! É preciso ter muito cuidado nessa fase em que estão aprendendo a sentar, porque caem para trás com muita força. Já vi também algumas almofadas próprias para o bebê sentar, mas não tenho conhecimento o suficiente para falar sobre as vantagens e desvantagens da mesma. É bom ressaltar que cada criança tem um tempo, e que ansiedade e preocupações exageradas só atrasam o processo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>