Vitamina D e a importância do banho de sol

Precisa mesmo dessa Vitamina D?

Precisa sim! A Vitamina D é imprescindível para as crianças, e principalmente para os recém nascidos. Mas como o bebê pode adquirir a Vitamina D? Através do banho de sol. O banho de sol consiste em expor a criança diretamente aos raios solares nos horários que o sol é benéfico (antes das 10 e depois das 16hrs – se atentando ao horário de verão!). O sol deve ser direto e não com proteção de janelas de vidro, visto que o vidro anula os efeitos de parte dos raios benéficos, isso porque os raios ultravioletas do tipo B (UVB), capazes de ativar a síntese da Vitamina D, não conseguem atravessar os vidros.  Mas se estiver um tempo muito frio, é preferível fazer o banho de sol pelo vidro, dentro de casa, do que não fazer. Além disso, é necessário lembrar que protetor solar não deve ser usado em crianças menores de 6 meses!

Mesmo em crianças maiores, Bruna de Carvalho Stuppiello, em seu artigo no site Minha vida, ressaltar que o protetor solar não deve ser administrado no banho de sol, ela afirma que o protetor fator 8 inibe a retenção de Vitamina D em 95% e um fator maior do que isso praticamente zera a produção da substância.

Devemos começar o banho de sol com 5 alternando os lados. Deve haver o mínimo de roupa possível, evite até mesmo roupas fininhas, porque elas interferem na absorção. Se estiver calor o bebê pode ficar só de fraldinha, se não exponha a maior parte do corpo do bebê (braços e pernas). Posteriormente esse tempo pode ser aumentando, mas sempre com cautela, já que se trata de um bebê e o sol não é para bronzear! A cabeça e os olhos devem ser sempre protegidos, um chapéu pode ser útil.

Para os recém nascidos o sol é vital, inicialmente devido a icterícia, visto que o banho de sol auxilia nessa condição. O que muitas mães não sabe, é que o recém nascido quando é amamentando no peito, recebe a Vitamina D através do leite materno. Entretanto,para que essa Vitamina seja sintetizada no organismo do bebê, é preciso que ele seja exposto ao sol. Quando acontece o banho de sol, os raios solares ativam a Vitamina D que estava inativa.

Para que ela seja sintetizada no organismo, é preciso que o bebê seja exposto a alguns minutinhos de sol por dia. Com isso, os raios solares transformam a Vitamina D, que estava inativa no organismo em ativa.

E para que serve a Vitamina D? Veja o que diz o site Minha Vida:

Fortalece os ossos: A vitamina D é necessária para a absorção do cálcio pelos ossos. Pessoas com deficiência de vitamina D chegam a aproveitar 30% menos de cálcio proveniente da dieta. O cálcio é responsável por fortalecer ossos e dentes. A deficiência deste nutriente pode causar o raquitismo na infância e a osteoporose na vida adulta. Um exemplo da importância da combinação dessas duas substâncias é que sempre que a recomendação de suplementação de cálcio é recomendada ela é feita juntamente com a vitamina D para atuar na absorção do mineral.

Uma pesquisa feita pela Universidade de Zurique com 40.000 pessoas com mais de 65 anos observou que a suplementação de vitamina D reduz em 20% o risco de fraturas no quadril e em outras regiões com exceção da coluna vertebral.

Protege o coração: A vitamina D participa do controle das contrações do músculo cardíaco, necessárias para bombear o sangue para o corpo. Além disso, ela permite o relaxamento dos vasos sanguíneo e influencia na produção do principal hormônio regulador da pressão arterial, a renina.

A falta da vitamina D pode levar ao acúmulo de cálcio na artéria, favorecendo o risco de formação de placas. Com todas essas questões, as chances de desenvolver doenças cardiovasculares como insuficiência cardíaca, derrame e infarto são maiores em pessoas com deficiência de vitamina D.

Uma pesquisa feita com 50.000 homens pelo Harvard School of Public Health durante dez anos observou que aqueles que tinham deficiência em vitamina D possuíam duas vezes mais chances de sofrer um ataque cardíaco do que os homens que não tinham a deficiência.

Boa para prevenir e controlar o diabetes: O fato da vitamina D influenciar a produção de renina também é interessante para prevenir o diabetes, pois a falta desta substância favorece a doença. Além disso, a produção de insulina pelo pâncreas requer a participação da vitamina D.

Como a diabetes tipo 1 é uma doença autoimune, a vitamina D torna-se interessante por ser um imunoregulador que inibe seletivamente o tipo de resposta imunológica que provoca a reação contra o próprio organismo.

Um estudo realizado pelo Institute of Child Health da Inglaterra acompanhou 10.000 crianças finlandesas desde o nascimento e observou que aquelas que receberam regularmente suplementos da vitamina tiveram 90% menos chances de desenvolver diabetes tipo 1.

Boa para os músculos: A vitamina D contribui para a força muscular, portanto, sua ausência leva a perda dessa força e aumenta o risco de quedas e fraturas. Uma pesquisa feita pela Universidade de Zurique com pessoas acima de 65 anos observou que o consumo de vitamina D pode diminuir o risco de quedas em 19%.

Em dias nublados, ou em locais em que o sol não é abundante, o pediatra pode receitar Vitamina D já sintetizada. Mas é sempre preferível o banho de sol, segundo o Manual Merck  o excesso de Vitamina D pode causar perda do apetite,  náuseas e vômitos, seguidos por sede excessiva, aumento da emissão de urina, fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial, além disso pode deteriorar a função renal.

 Os malefícios gerados pela deficiência de Vitamina D são inúmeros. O site Saúde lista 10 doenças causadas pela falta de Vitamina D:

♦ Fragilidade óssea, como a osteomalácia e o raquitismo.

♦ Asma: estudos demonstraram que a baixa taxa de vitamina D no organismo pode levar à asma.

♦ Artrite reumatoide: estudos demonstraram que a falta de vitamina D é fator de risco.

♦ Autismo: um estudo sueco descobriu que a falta de vitamina D está ligada ao nascimento de crianças com autismo

♦ Pressão alta: até para controlar a famigerada hipertensão a vitamina que vem do sol é importante

♦ Osteoporose: a falta de vitamina D está ligada à osteoporose em idosos.

♦ Fraqueza muscular: os músculos precisam da vitamina para desempenhar suas funções

♦ Esquizofrenia: bebês que nasceram com baixa dose de vitamina D têm duas vezes mais chance de desenvolver esquizofrenia, mostrou um estudo australiano.

♦ Depressão: a falta da vitamina D durante a adolescência pode levar à depressão.

♦ Problemas cardiovasculares: quantidade insuficiente de vitamina D está ligada ao risco dobrado de doenças do coração, mostrou um estudo americano.

Além disso, o Guia do bebê UOL, acrescenta que há indícios de que a deficiência de Vitamina D cause insônia.

Confesso que tenho muita dificuldade em dar o banho de sol, porque em geral é o horário que a Isabela está dormindo. Mas depois de pesquisar tanto sobre o banho de sol e a Vitamina D, me esforçarei mais! E aposto que você também!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>